Secretaria Municipal do Meio Ambiente

22/07/2022 - Meio Ambiente
PMF amplia a seletiva no Centro e bairros adensados
Frequência dobrada para facilitar o acondicionamento dos recicláveis em prédios

foto/divulgação: Marcos Albuquerque/PMF

Floripa Lixo Zero

A Prefeitura de Florianópolis informa que entre 24 de julho e 4 de outubro vai ampliar a coleta seletiva dobrando a frequência de uma para duas vezes por semana em nove bairros da Capital. “Temos de acelerar para alcançar as ousadas metas Floripa Lixo Zero 2030, reduzindo a emissão de carbono na gestão de resíduos em 250 mil toneladas por ano”, aponta o secretário municipal do Meio Ambiente, Fábio Braga.
 
Com maior frequência, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smma) estima aumentar em pelo menos metade a produção da coleta seletiva na área central e bairros mais adensados. “Percebemos que a maior dificuldade para separar os recicláveis é a falta de espaço para acondicionamento nos prédios. Como os estoques são pequenos, passaremos mais vezes por semana, incentivando os condomínios a participar da coleta seletiva pública”, informa a gerente da Coleta Seletiva, Tamara Gaia.
 
Ela explica que em casas é mais fácil de acondicionar por até uma semana os recicláveis secos que são materiais limpos e não atraem vetores de doenças. Nos prédios, a geração de recicláveis é bem superior a dos rejeitos, indica Tamara. “Temos ampliado a seletiva em toda cidade para que as pessoas separem mais e melhor as embalagens de plástico, metal, papel e papelão que devem ser devolvidos à indústria para reciclagem. O vidro também, mas esse deve ser levado aos pontos de entrega voluntária”, orienta.
 
Para permitir essa ampliação de frequência e atender melhor as áreas mais adensadas, explica a gerente da Coleta Seletiva, Tamara Gaia, serão feitos ajustes nos dias de coleta de porta em porta dos recicláveis mistos (metal, plástico, papel/papelão). As mudanças atingem 13 regiões da cidade que respondem por 40% da produção da seletiva em Florianópolis. 
 
Logística regionalizada
 
A nova logística regionaliza os roteiros de coleta seletiva, permitindo melhor fiscalização, ajuda operacional entre as equipes e facilitando a informação do usuário. “Metade de Jurerê tinha coleta seletiva às segundas, a outra às sextas. Quem mora na divisa de roteiro ficava confuso. Agora esse roteiro será em todo Jurerê e Daniela feito na segunda à noite”, exemplifica a gerente. 
 
No dia da coleta seletiva, o usuário deve dispor os recicláveis em sacos claros ou transparentes. Condomínios e estabelecimentos comerciais podem usar contentores azuis, mas não é obrigatório.
 
Vidros devem ser levados aos pontos de entrega voluntária (PEVs) de vidro ou dispostos para a seletiva exclusiva de vidro.
 
Mudanças na coleta seletiva 
 
a partir de 24 de julho
Estreito e Balneário do Estreito DOM e QUA, 19h (era só quarta) 
🟢  Seletiva flex só de vidro em contentor SEX, 7h
 
a partir de 25 de julho
Centro área residencial DOM, SEG, TER, QUA, QUI, SEX, 19h (ampliação de três para seis dias)
 
a partir de 25 de julho
Itacorubi SEG e SEX, 7h (muda da noite para o dia)
🟢    Seletiva flex só de vidro em contentor QUA, 7h
           
a partir de 11 de agosto
Cachoeira do Bom Jesus, Ponta das Canas, Lagoinha e Praia Brava QUI, 19h (muda de terça para quinta)               
🟢    Seletiva só de vidro TER, 7h
 
a partir de 15 de agosto
Jurerê Internacional e Daniela SEG, 19h (troca de sexta para segunda)     
🟢     Seletiva só de vidro TER, 7h
 
a partir de 22 de agosto
Ingleses (Lado Norte Balneário Gaivotas, Centrinho e SC-403) e Vargem Grande SEG, 19h (muda de quarta para segunda)
🟢       Seletiva só de vidro QUA, 7h
 
a partir de 30 de agosto
Trindade TER e SEX, 19h (era só quarta, passa a ser duas vezes por semana)
🟢    Seletiva flex só de vidro em contentor QUA, 7h
 
a partir de 30 de agosto
Pantanal, Ufsc, Carvoeira e Saco dos Limões (Vila Operária) TER E SEX, 19h (era só quarta, passa a ser duas vezes por semana)
 
a partir de 2 de setembro
Capoeiras e Abraão TER e SEX, 19h (ampliou a sexta)
 
a partir de 14 de setembro
Saco Grande e Monte Verde QUA, 7h (muda de sábado para quarta)
 
a partir de 17 de setembro
Rio Tavares (inclui região da Lagoinha Pequena), Fazenda do Rio Tavares e Campeche Central (SC-405 até Trevo do Erasmo) TER e SÁB, 7h (era só terça, passa a ser duas vezes por semana)
 
a partir de 29 de setembro
Sítio Capivari QUI, 7h (muda de terça para quinta)
 
a partir de 4 de outubro
Morro das Pedras, Areias do Campeche (nove ruas) e Armação do Pântano do Sul TER e SÁB, 7h (amplia para duas vezes por semana)
 
Coleta seletiva mista
PORTA A PORTA
Papel Jornais, revistas, folhas e folhetos (de preferência sem rasgar nem amassar) e caixas de papelão desmontadas
Metal Latas limpas de bebidas e alimentos, panelas, pregos e parafusos, grampos e clipes, fios, objetos de ferro ou latão e aerossóis
Plástico Embalagens e utensílios como garrafas, frascos e potes, sacos e sacolas, baldes, canetas, brinquedos, canos, tubos e conexões de PVD e radiografias
Destino doação para associações de triadores formalizadas e licenciadas para retorno à indústria da reciclagem
 
Seletiva flex Floripa só vidro
PORTA A PORTA 
Vidro Embalagens (garrafas, pote e frascos) vazias, copos, taças e espelhos
Destino doação para associações de triadores para retorno à indústria da reciclagem
 
Pontos de entrega voluntária (PEVs) de Vidro
Localize o PEV de vidro mais próximo de seu domicílio em www.pmf.sc.gov.br/residuos
PODE COLOCAR NO PEV DE VIDRO
Garrafas de bebidas, potes de alimentos, frascos de cosméticos, copos e taças de vidro e espelhos
 
PROIBIDO COLOCAR
Caixas ou sacolas, lâmpadas, utensílios de cerâmica e de porcelana, embalagens plásticas, de metal e papel e rejeitos.
 
ATENÇÃO Os recipientes devem estar sempre limpos e vazios. Remova as tampas das embalagens.  Podem ser entregues vidros quebrados. Reuse sacolas e caixas usadas para transportar o vidro.
 


galeria de imagens