Secretaria Municipal do Meio Ambiente

27/07/2021 - Meio Ambiente
Coleta só de vidro vai atender 800 padarias, bares e restaurantes
Novo serviço da seletiva flex Floripa começa a operar em agosto no Centro e continente, Bacia do Itacorubi, Lagoa e Sul da Ilha

foto/divulgação: Leonardo Sousa/Divulgação PMF

Coleta flex Floripa: seletiva de vidro em caminhão satélite

A Prefeitura de Florianópolis passa a atender quase 800 bares, restaurantes e padarias de Florianópolis com coleta exclusiva de vidro uma vez por semana a partir de agosto. Esta é mais uma ampliação da seletiva flex da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA).

 

CLIQUE AQUI para ver o mapa dos estabelecimentos (bares, restaurantes e padarias) atendidos pela seletiva flex de vidro

 

Em junho, foi implantada a coleta exclusiva de orgânicos e vidro em condomínios residenciais do Itacorubi. Em julho, os roteiros da seletiva flex passaram a atender também estabelecimentos comerciais e de serviços no Itacorubi.  Em agosto, a coleta de vidro será ampliada para o comércio de bebidas na área central e continente, Bacia do Itacorubi, Lagoa, Santo Antônio e Sul da Ilha.

 

Florianópolis tem legislação desde 2011 obrigando estabelecimentos que vendem bebidas a ter recipientes para acondicionar embalagens pós-consumo e enviar para reciclagem. Agora, a coleta da SMMA vai ajudar com a coleta na porta dos estabelecimentos comerciais do ramo de alimentação e bebidas. Basta que o comércio disponha as embalagens de vidro em contentor modelo europeu, de 240 litros, na cor verde, no dia marcado para a coleta seletiva de vidro.

 

Meta de aumentar 40% a coleta de vidro


A meta da cidade, informa o secretário municipal do Meio Ambiente, Fábio Braga, é aumentar a reciclagem de vidro em 40% este ano. Em junho, a seletiva de vidro em Florianópolis bateu recorde com a coleta de 214 toneladas. Com a nova seletiva flex e a rede de mais de 90 pontos de entrega voluntária (PEVs), a estimativa é que no próximo verão estejam sendo recolhidas até 300 toneladas de vidro por mês.

 

Florianópolis foi a primeira capital do Sul do Brasil a implantar pontos de entrega voluntária (PEVs) exclusivos para embalagens de vidro em 2014. A cada ano, a coleta de vidro para reciclagem tem dobrado na cidade.

 

Ano passado, foram coletadas em torno de 2 mil toneladas, com geração de aproximadamente R$ 400 mil em receitas para associações de triadores e economia de R$ 312 mil ao município em transporte e aterro sanitário.

 

Todo vidro movimentado pela coleta pública é doado para associações de triadores, principalmente a Associação de Coletores de Materiais Recicláveis (ACMR).

 

Roteiros de coleta de vidro em estabelecimentos comerciais

_sempre pela manhã_

 

Segunda-feira

Lagoa da Conceição, Praia Mole, Joaquina e Canto da Lagoa

 

Terça-feira

Ribeirão, Campeche e Rio Tavares 

 

Quarta-feira

Córrego Grande, Santa Mônica, Trindade e Itacorubi

 

Quinta-feira

Sambaqui, Santo Antônio e Cacupé

 

Sexta-feira

Coqueiros e Abraão

 

Sábado

Avenida Beira-mar Norte, Bocaiúva, Almirante Lamego, Avenida Hercílio Luz e Rua Victor Meirelles.

 

Sensibilização do usuário

A equipe de sensibilização ambiental da Superintendência de Gestão de Resíduos levantou todas as unidades comerciais localizadas ao longo das vias gastronômicas e centralidades dos bairros atendidos. Neste mês, fez abordagem direta e contou com apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) para estimular a adesão ao novo serviço. 

 

Nesta quarta-feira (28), às 16h, será feito o lançamento do novo serviço em live pelo Youtube da Prefeitura de Florianópolis, em parceria com Abrasel-SC.

 

Assim que a coleta seletiva só de vidro for implantada em bares, restaurantes e padarias, informa a engenheira sanitarista Karina da Silva de Souza, será avaliada a expansão da coleta seletiva de vidro também para os condomínios residenciais localizados nestes roteiros de coleta.


galeria de imagens